Estética Vascular - Dr. Rodrigo Pongiluppi

Estética Vascular

A estética vem conquistando cada vez mais seu espaço dentro das áreas de Angiologia e Cirurgia Vascular, graças a sua capacidade de combinar-se à saúde vascular e complementá-la. Além de melhorar a aparência, a estética vascular também trás benefícios para a autoestima dos pacientes, que passam a se ver de outra forma.

Imagem Estética Vascular

Tratamentos de varizes

Existem diversos procedimentos para tratar as varizes. Alguns são feitos através de uma cirurgia, outros com técnicas menos invasivas, porém, quem indica a melhor opção para cada caso é o médico, que também leva em consideração o desejo da paciente.

 

Indicação

Tratamentos de varizes e vasinhos são indicados para pessoas que se incomodam com a aparência estética dos membros inferiores e desejam acabar com as veias varicosas e vasinhos.

 

Procedimentos Não cirúrgicos

  • Escleroterapia com espuma: consiste em injetar nas veias uma espuma densa esclerosante constituída de polidocanol e ar, que causa um processo inflamatório na parede das veias e faz com que a veia se feche. Pode ser realizado em consultório médico.
  • Escleroterapia com glicose: a glicose, assim como a espuma, também causa um processo inflamatório na parede das veias, que faz com que os vasos se fechem. Pode ser realizado em consultório e o número de sessões varia de acordo com a quantidade de varizes e vasinhos.

 

Procedimentos Cirúrgicos

  • Radiofrequência: um cateter de radiofrequência é inserido dentro do vaso, e sua extremidade emite uma energia que queima o vaso por dentro. Esse procedimento é realizado com o uso de ecografia e apresenta uma boa recuperação.
  • Cirurgia Tradicional: o procedimento deve ser realizado em hospital. O médico retira o vaso afetado através de um fleboestrator, inserido por meio de duas microincisões - uma no tornozelo e uma na virilha. Requer 15 dias de repouso e cerca de 1 mês sem prática de exercícios físicos. Pacientes que se submetem a esse tratamento devem evitar exposição ao sol e utilizar meias compressivas.

Tratamentos de vasinhos

Os vasinhos (ou Telangiectasias) são vasos sanguíneos finos e superficiais que carregam sangue venoso e ficam mais visíveis em mulheres a partir da idade fértil. São mais frequentes durante ou após a gestação e geralmente envolvem questões mais estéticas, visto que raramente estão relacionados às doenças.

Os tratamentos mais comuns para esse tipo de incômodo são a escleroterapia com glicose, espuma densa e laser.

 

Indicação

Tratamentos de vasinhos são indicados para casos em que a paciente deseja melhorar o aspecto estético da pele.

 

Procedimentos

  • Escleroterapia com espuma densa: consiste em utilizar uma agulha fina para injetar nos vasinhos uma espuma densa esclerosante constituída de polidocanol e ar, que causa um processo inflamatório na parede das veias e faz com que a via se feche. Pode ser realizado em consultório médico, em apenas uma sessão.
  • Escleroterapia com glicose: A glicose, assim como a espuma, também causa um processo inflamatório na parede dos vasos, provocando o seu fechamento. Pode ser realizado em consultório e o número de sessões varia de acordo com a quantidade de vasinhos.
  • Escleroterapia a laser: é feita a partir de energia luminosa focalizada na área que se deseja corrigir. O feixe de laser aquece o vaso, que seca e fecha. Pode ser feito em consultório médico e o número de sessões também varia de acordo com a quantidade de vasinhos.

Nenhum dos procedimentos requer mais do que um dia de recuperação e, em muitos casos, a paciente volta a desempenhar as funções diárias no mesmo dia da aplicação.